Caminho para Deus 101 – Apóstolos de apóstolos

14

«É todo um mundo que se deve refazer desde os alicerces, que é necessário transformar de selvagem em humano, de humano em divino, quer dizer, segundo o coração de Deus»[1].

 Mas, como poderemos mudar o mundo inteiro, como  poderemos construir uma civilização de Amor, como poderemos responder à missão apostólica que o Senhor nos encomenda no início deste novo milênio, se não somos santos, e se não são cada vez mais os homens e mulheres comprometidos nesta tarefa, se não são cada vez mais os homens e mulheres que, levando em si o fogo do Amor divino, sejam capazes de acender outros corações, que por sua vez busquem acender outros corações, até acender o mundo inteiro e transformá-lo todo com a força vital do Evangelho? Sim! A missão para a qual o Senhor nos convocou requer homens e mulheres santos que vivam segundo o Plano de Deus, que se nutram em uma fraternidade orante, baseada na fé, e avancem pelo mundo com simplicidade e humildade —como nossa Mãe Imaculada— buscando fazer-se —por sua livre ação alentada pela graça de Deus—, cooperadores eficazes do desígnio divino na vida cotidiana e no apostolado.

Sobre tudo: apóstolos santos!

 Ante a magnitude do desafio, é necessário volver uma e outra vez a esta verdade essencial: só os santos mudarão o mundo! O propósito de mudar o mundo começa pelo compromisso sério de mudar meu próprio coração, acolhendo o dom da reconciliação que o Senhor Jesus trouxe à minha própria vida. Não pretendamos mudá-lo todo se não nos esforçamos em mudar-nos primeiro, e permanentemente. Tampouco pretendamos mudá-lo todo por nós mesmos, sem a ajuda do Senhor. Acreditemos quando Ele nos diz: «separados de mim, nada podeis fazer»[2]. A eficácia de nosso apostolado depende de nossa permanência e adesão ao Senhor, da ação de sua graça em nós e de nossa livre colaboração com ela: «aquele que permanece em mim e eu nele esse dá muito fruto»[3]. Por isso, para ser bons apóstolos é necessária uma vida espiritual intensa e consistente, que pela ação do Espírito Santo nos vá conformando cada vez mais com Cristo. Nisto consiste a santidade: em que também nós possamos dizer com convicção: «para mim o viver é Cristo»[4], «já não sou eu que vivo, mas é Cristo que vive em mim»![5] É essa Presença que estamos chamados a transmitir e irradiar com nossas palavras e gestos, com todo nosso ser e com nossas obras nutridas de caridade. Se queremos ser bons apóstolos, recordemos que os santos são os melhores apóstolos .

Cada um de nós, vivendo fielmente seus compromissos batismais, sendo fiel a sua vocação e missão específica, segundo os desígnios divinos, está chamado a cooperar na missão do Filho[6] de transformar e acender os corações humanos com o fogo do Amor divino[7], fazendo parte, hoje, dessa nova onda de santidade, deste “tsunami”[8] de santos que, com a força do Espírito, transforme e renove a sociedade em que nos tocou viver. Se somos o que temos que ser, se somos santos, poderemos mudar o mundo inteiro, na medida em que isso está no Plano de Deus, atearemos fogo em todo o mundo[9]!

Apóstolos de apóstolos: o “efeito multiplicador”

 O que significa ser apóstolos de apóstolos? Significa anunciar o Evangelho de tal modo que, por sua vez, outros, acesos por essas “línguas de fogo” de nossa  pregação e anúncio, convertam-se em ardentes e entusiastas difusores do dom da reconciliação; convertam-se em apóstolos de outros apóstolos, de homens e mulheres, que tocados pela graça divina convertam-se, por sua vez, em portadores vivos da Presença do Senhor, e difusores incansáveis de seu Evangelho; apóstolos de outros apóstolos. Deste modo, por nossa eficaz ação apostólica, que é dócil e generosa cooperação com a ação do Espírito Santo nos corações dos homens, hão de multiplicar-se, pouco a pouco, pelo mundo inteiro, os apóstolos da nova evangelização. Como quando ao cair uma pedra em um lago as ondas se expandem, se difundem e multiplicam, assim há de ser nosso apostolado! Como uma vela que vai acendendo outra, para juntas fazerem retroceder cada vez mais as trevas que impedem tantos de ver a luz do Senhor, assim há de ser nosso apostolado! Um apostolado multiplicador.

 Transmitindo o Evangelho a outros, que por sua vez sejam capazes, eles mesmos, de transmitir a boa nova da Reconciliação, o raio de difusão e de influência do Evangelho irá ampliando-se cada vez mais. Estabelecer-se-á um âmbito de influência cada vez maior, chegando o Evangelho, deste modo, cada vez a mais pessoas, que serão capazes de transformar cada vez mais estruturas sociais, sendo hoje e no futuro os construtores da sonhada civilização do amor.

Que implica concretamente ser apóstolos de apóstolos?

Ser apóstolos de apóstolos implica, em concreto, buscar em primeiro lugar como  fazer próximo o Senhor Jesus ali onde me encontro ¾onde estudo, em minha casa, meu trabalho, meu apostolado¾ assim como anunciá-lO e transmiti-lO em ocasiões específicas, tais como retiros, jornadas, congressos, ou no esforço de alentar e animar diversos grupos de vida cristã. Implica saber apresentar o ideal cristão como o que é: um ideal formoso, apaixonante, digno de ser vivido. Implica acompanhar com perseverança —com nossa ação eficaz e com nossa oração confiante— e ajudar as diversas pessoas que Deus põe em nosso caminho, no processo de encontro com o Senhor Jesus e consigo mesmas, com sua vocação à santidade, para que se vejam continuamente animadas a viver uma vida cristã coerente e comprometida. Implica ajudar os que acolheram o Senhor Jesus como Caminho, Verdade e Vida, a formar-se integralmente na fé —com uma formação que engloba a mente, o coração e a ação— para poder vivê-la e irradiá-la intensamente aos demais.

CITAÇÕES PARA A ORAÇÃO

  • O Senhor Jesus nos enviou ao mundo inteiro a anunciar o Evangelho: Mt 28,19; a difundir sua luz a todos os homens com nossas boas obras: Mt 5,16; a ser portadores do dom da reconciliação: 2Cor 5,19; a evangelizar a tempo e a destempo: 2Tm 4,2; a quantos mais possamos: 1Cor 9,19-23; sem importar os obstáculos: At 5,28-29; 13,46-48.
  • São necessários mais apóstolos: Mt 9,37-38; Deus nos chama à fecundidade apostólica: Jo 15,8.16; a ser seus colaboradores: 1Cor 3,5-9; a ser apóstolos de apóstolos: Jo 1,40-42;
  • A fecundidade apostólica depende de nossa comunhão com o Senhor: Jo 15,4-5; e de nossa total adesão ao Plano de Deus: Jo 12,24.
  • Podemos mudar o mundo! Se, como a Mãe, somos generosos com o Senhor: Lc 1,38.49 (O “Sim” de Maria mudou a história da humanidade!); se levamos Cristo em nós: Lc 1,41-44; Gl 2,20; Fl 1,21; contra o ceticismo e a desesperança: Fl 4,13.

Preguntas para o diálogo

  1.  A santidade pessoal é condição para a fecundidade de nosso apostolado. Nossa união com Jesus Cristo é o que determina a credibilidade de nosso testemunho. Quanto você está se esforçando em seu combate espiritual?  Você cumpre seu plano de vida, acolhe as correções fraternas esforçando-se por mudar? Você procura viver unido ao Senhor como o ramo está à videira?
  2. «Olhai vosso modo de viver, queridíssimos irmãos, e verificai se já sois obreiros do Senhor. Examine cada um o que faz e considere se trabalha na videira do Senhor».Quanto você se esforça por anunciar o Senhor? Esforça-se ao máximo de suas capacidades e possibilidades? Preocupa-se por formar-se, de modo que possa responder às exigências apostólicas que se lhe apresentam?
  3. Pense por um momento em seus apostolados concretos, nas pessoas que o Senhor lhe confiou ou aquelas que o Senhor põe ao seu lado.  Você se preocupa em ensinar-lhes a fazer apostolado? Compartilha com elas suas experiências apostólicas de forma que, através delas, possam enriquecer-se e aprender a atuar em situações similares? Você acompanha e ajuda seus irmãos de grupo no apostolado?

[1] S.S. Pio XII, exortação Por um mundo melhor, 10/2/1952, n.4.

[2] Jo 15,5.

[3] Ali mesmo.

[4] Fl 1,21.

[5] Ver Gl 2,20.

[6] Ver Jo 17,18; Mt 28,18-20.

[7] Ver Lc 12,49.

[8] Tsunami – Onda gigantesca que invade o litoral com muita força, arrastando consigo tudo o que encontra.

[9] Ver S. S. João Paulo II, Jornada Mundial da Juventude, Roma 2000.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here