Papa Francisco: unidade, glória e mundo para a missão

577

No final da manhã desta sexta-feira dia 18 de março, o Papa Francisco encontrou-se na Sala Paulo VI com cerca de sete mil membros do movimento das Comunidades Neo-catecumenais muitos deles enviados pelo Papa em missão ad gentes.

No discurso que lhes dirigiu o Papa Francisco sublinhou três palavras como um mandato para a missão: unidade, glória e mundo.

A Igreja não é um instrumento para nós, mas nós somos a Igreja, uma Igreja que é Mãe. Não somos um grupo que segue em frente baseando-se nas suas ideias mas “uma Mãe que transmite a vida recebida de Jesus” – afirmou o Papa. Uma Igreja fecunda que vive na unidade radicada na fonte do Espírito Santo.

Segunda palavra, Glória: “Jesus preanuncia que será ‘glorificado’ na cruz”. Mas esta não é a glória mundana dos bens e do sucesso, mas uma “glória paradoxal” sem aplausos que se “revela na cruz”. “Mas só esta glória torna o Evangelho fecundo” – declarou o Santo Padre.

Finalmente, a palavra mundo: Deus amou tanto o mundo que enviou Jesus. “Mostrai aos filhos o olhar terno do Pai e considerai um dom as realidades que encontrareis” – disse o Papa Francisco que observou ainda no final do seu discurso que a boa notícia a anunciar não deve ser doutrina fria e sem vida e sublinhou que “evangelizar como famílias vivendo a unidade e a simplicidade é já um anúncio de vida, um belo testemunho”.

 

logo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here